Nota de apoio e solidariedade aos servidores públicos do estado de Minas Gerais

A diretoria executiva colegiada do SINDIFES vem apoiar e se solidarizar com os trabalhadores do serviço público do estado de Minas Gerais que até a presente data, 05 de janeiro de 2018, não receberam o pagamento do 13º. salário do ano de 2017, assim como estão com seus salários parcelados.

Infelizmente, mesmo depois da grande pressão do funcionalismo público, que fez manifestações e ameaça de greve, até o momento o governo de Minas Gerais, embora já tenha divulgado a escala de pagamentos, não honrou, ainda, nenhuma parcela do 13º salário para a maioria dos trabalhadores, deixando em situação de miséria e penúria milhares de famílias em todo o estado, especialmente os servidores da educação e da saúde, que têm salários mais baixos.

É inaceitável que um governo do campo popular e democrático, eleito com o apoio dos servidores e do movimento sindical e social, não priorize exatamente a subsistência dos milhares de trabalhadores e trabalhadoras que dependem do salário para sobreviver e do 13º. para ter algum alento no final/início de ano.

É inadmissível que um governo do campo popular e democrático faça a opção política de prejudicar trabalhadores e trabalhadores menos favorecidos, com salários entre R$ 1.000 e R$ 3.000, para pagar a alta cúpula da Polícia Militar que chega a receber R$ 40.000.

Se o estado tem problemas decorrentes das gestões fraudulentas do PSDB que, durante 16 anos, esteve à frente do governo mineiro e quebrou Minas Gerais, é necessário que o governador Fernando Pimentel venha à público e exponha a realidade ao povo mineiro. Entretanto, não mais é possível manter um silêncio conivente com as falcatruas do governo do PSDB e repassar os prejuízos da malversação de recursos e da corrupção aos servidores públicos! É essencial e urgente que os trabalhadores do governo mineiro recebam seus salários e o 13º. de cada ano em dia! O trabalhador não pode continuar a pagar a conta de uma crise que não é sua, que não foi causada por ele!

Nosso total apoio à luta dos trabalhadores do serviço público em Minas Gerais!