SINDIFES convoca Paralisação e Atos contra a Reforma da Previdência no dia 19/2

As mobilizações no ano de 2017 conseguiram impedir a votação da reforma da Previdência e com a ameaça da proposta ser colocada em votação na Câmara, a CUT, junto com outras Centrais Sindicais e movimentos sociais estão organizando o Dia Nacional de Luta Contra Reforma da Previdência, em 19 de fevereiro, segunda-feira. Com o mote “Se botar pra votar, o Brasil vai parar”, as Centrais estão orientado todas as bases a realizarem paralisações, greves, panfletagens, blitz e pressão nos parlamentares.

A FASUBRA já orientou, via Informe de Direção, a mobilização e participação de todos os Técnico-Administrativos em Educação. O SINDIFES está orientando que os núcleos de base articulem e participem dos atos locais. Os TAE lotados em unidades da Grande BH devem participar dos ato no centro da capital mineira, organizado pela CUT-MG.

É importante, que assim como nas mobilizações de 2017, tenhamos uma presença forte na ruas, para deixar claro o posicionamento da Categoria contrário a reforma da Previdência. Para possibilitar esta participação, o SINDIFES irá convocar paralisação em todas a sua base.

Grande BH

Os Técnico-Administrativos em Educação lotados em unidades da Grande BH que aderirem a Paralisação devem participar da Assembleia, às 14h30, na Faculdade de Direito da UFMG, na Avenida João Pinheiro, 100. Após a Assembleia, a Categoria se une aos trabalhadores da base da CUT-MG na Praça Afonso Arinos, às 16h, que farão passeata até a Praça Sete, onde estarão concentradas as demais Centrais Sindicais e será realizado um Ato Unificado contra a Reforma da Previdência.

Pauta da Assembleia:

- Informes locais e nacional;
- Retirada de Delegados para a Plenária da FASUBRA;
- Ato contra a reforma da Previdência.

Na Assembleia haverá lista de presença que deverá ser assinada para garantir o abono por participação em atividade sindical.

Iremos divulgar as atividades nas demais bases assim que confirmadas.

Montes Claros

A Frente Brasil Popular convocou um Ato às 8h em frente a sede do INSS da cidade. No local será realizada uma ocupação simbólica além de intervenções e panfletagens.