Confira os Encaminhamentos da última Plenária da FASUBRA

Realizada no auditório da Faculdade de Ciências da Saúde da UnB, nos dias 07, 08 e 09 de dezembro a plenária nacional FASUBRA teve a seguinte pauta: estratégias para enfrentar os ataques do governo eleito à Educação Pública, avaliação de conjuntura nacional e internacional, informes de base e encaminhamentos.

A plenária nacional teve a presença de 35 entidades de base, 157 delegados, 20 observadores. No primeiro dia, ocorreu uma saudação às delegadas e delegados pela comemoração dos 40 anos da Federação e, em seguida, passou-se para os informes de Direção. O período da tarde foi dedicado à reuniões de coordenações e coletivos. As atividades do sábado foram os informes de base e credenciamento, início do debate de conjuntura nacional e internacional. À noite foi o momento de confraternização em comemoração dos 40 anos de luta da FASUBRA. O último dia da plenária, foi finalizado o debate de conjuntura, seguido dos encaminhamentos e aprovação do calendário para o próximo período.

Encaminhamentos:

a. Estado permanente de alerta e mobilização diante dos possíveis ataques do governo;
b. Construir e participar das iniciativas de unidade nos estados (frentes, fóruns,comitês, etc.);
c. Construir a campanha salarial unificado com os SPF respeitando as especificidades de cada categoria;
d. Fortalecer o trabalho e organização de base e formação em todos os sindicatos;
e. (não consta no ID)
f. Investir na comunicação, aprimorando nossas ferramentas de diálogo com a categoria e a população que utiliza a universidade pública;
g. Buscar o diálogo permanente com os segmentos da sociedade mais vulneráveis aos ataques do governo;
h. Construir 08 de março, justiça a Marielle;
i. Que as entidades de base, junto a suas assessorias jurídicas, possam estudar formas e grupos de apoio e solidariedade à militantes perseguidos e setores oprimidos;
j. Elaborar estudos e análises dos documentos oficiais produzidos pela equipe de transição, pelo parlamento e outros espaços, subsidiar os sindicatos nos debates necessários para organização dos trabalhadores;
k. Organizar a resistência contra o desmonte do estado, desnacionalizações e perseguição aos servidores públicos.
l. As entidades de base a participarem do carnaval, criando blocos próprios carnavalesco, que tenham dentre outros temas a defesa dos trabalhadores, justiça por Marielle e a defesa da educação pública;
m. Construir grupos efetivos que se debrucem especificamente para propor, compartilhando entre si, contra ações da nossa categoria aos ataques anunciados e aos já em tramitação oficial;
n. Criar um coletivo cênicos;
o. As entidades de base e CIS, ficarem atentas as políticas de gestão de pessoas quanto as implementações de decretos e IN (01, 02, 04) que venham a atacar os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras;
p. Intensificar a luta dos aposentados;

Incorporação das datas aprovadas por fóruns de servidores como FONASEFE;

  • Que a FASUBRA se incorpore no dia 11 de dezembro nas atividades convocadas pelas centrais sindicais contra a extinção do ministério do trabalho;
  • Rodada de assembleias das entidades de base na última semana de janeiro - Pauta: campanha salarial; Defesa da Universidade Pública, democracia e organizar a luta contra os ataques do governo;
  • Dia 06 de fevereiro - Mobilização nas bases com ato nas reitorias cobrando posicionamento contrário à IN02 dos reitores e em defesa das 30h;
  • Plenária nacional da FASUBRA, no início de fevereiro, próximo a reunião ampliada dos SPF ́s;
  • Participar da reunião ampliada dos SPF pela campanha salarial dos trabalhadores do serviço público.
  • Dia 8 de março - Dia de Luta pelas pautas das mulheres e justiça a Marielle como atividade do dia internacional das mulheres;

  • Clique aqui para acessar o ID da FASUBRA.