Cerimônia de posse do Reitor e Vice-Reitora da UFVJM é marcada por discursos pró-democracia

Cerimônia de posse do Reitor e Vice-Reitora da UFVJM é marcada por discursos pró-democracia 1
(Da esq. para dir. Luiz Ricardo Corrêa, Flaviana Vieira, Heron Bonadiman e Emília Durães)

Na última sexta-feira, 1º de setembro, o professor Heron Laiber Bonadiman e a professora Flaviana Tavares Vieira tomaram posse como Reitor e Vice-Reitora, respectivamente, em uma cerimônia realizada no auditório do Campus I, em Diamantina. A direção do SINDIFES esteve presente, representada pelos coordenadores Rogério Fidelis (Geral), Helder de Castro Bernardes (Carreira e Relações de Trabalho), Waldir De Paula Martins (Políticas Sociais e Anti-Racismo), Luiz Ricardo Corrêa e Emília de Fátima Durães (Organização Sindical).

Posse é marcada por discurso de retorno às vias democráticas

O coordenador do SINDIFES, Luiz Ricardo Corrêa, TAE da UFVJM, abriu as falas da cerimônia. “com a devida vênia, tchau! Não estaríamos aqui se não fosse a atuação dos membros do nosso Conselho, dos Sindicatos e do movimento estudantil desta Universidade, verdadeiros guerreiros e guerreiras nestes últimos quatro anos. Não desistiram, mesmo com as decepções do processo. Parabéns a todos e a todas”. Ricardo ainda destacou a força dos Técnico-Administrativos durante a resistência e no processo eleitoral e pediu para que os novos reitores “estejam atentos às pautas dos Técnico-Administrativos desta universidade, a acolhida, o diálogo, e o cuidado devem extravasar os quatro cantos desta universidade. Tenho certeza de que nesta primavera encheremos nossos campos de flores e bons frutos, hoje é o momento de festejar e fazer explodir alegria e esperança para toda nossa querida universidade e todo o Vale do Jequitinhonha e Mucuri, Noroeste e Norte de Minas Gerais”, finaliza.

Em discurso, a vice-reitora, a professora Flaviane Vieira, expressou sua determinação em proporcionar igualdade de oportunidades para todas as mulheres que desejam alcançar um diploma universitário. Ela destacou a importância de empoderar as mulheres, garantindo que elas não dependam de ninguém para seu sustento e possam tomar decisões com autonomia.

Além disso, ela enfatizou seu compromisso em elevar o orgulho de todos os membros da UFVJM, tornando a universidade um centro de excelência e valorizando cada profissional, desde professores e técnicos até estudantes. O discurso culminou em um vibrante “Viva para a UFVJM”, reafirmando o compromisso de todos com o sucesso da instituição.

O reitor da UFVJM, professor Heron Bonadiman, expressou sua gratidão à comunidade acadêmica pela confiança depositada nele ao liderar a lista de candidatura. Ele também agradeceu ao Ministro e ao Presidente por respeitarem a vontade da comunidade universitária, reconhecendo, no entanto, que esse gesto não apaga o golpe superado.

Ele enfatizou a honra de servir ao Conselho, à universidade e à comunidade, ressaltando seu compromisso ao lado da professora para trabalhar em prol da instituição e seu papel vital na história, no estado e no futuro do país. Heron Bonadiman mencionou a importância da criação da UFVJM por parte do Presidente Lula, enfatizando a necessidade de interiorizar a universidade e alcançar populações historicamente negligenciadas, contribuindo para um desenvolvimento mineiro mais sustentável.

O reitor também criticou os eventos ocorridos em 8 de janeiro, destacando os ataques à democracia e a falta de direcionamento do país, comparando-os ao período de desafios que a UFVJM enfrentou nos últimos quatro anos, marcados por perseguições, assédio e dificuldades. Ele concluiu agradecendo ao SINDIFES, ANDES e DCE e reiterou o compromisso da UFVJM com a produção e disseminação do conhecimento.


Disponível em <https://sindifes.org.br/governo-mantem-reajuste-0-para-2024-e-amplia-recomposicao-de-125-para-14-em-dois-anos/> Acesso: 27/05/2024 às 10:34