Nota de repúdio a ação violenta da PMMG contra os trabalhadores e trabalhadoras da educação

O SINDIFES repudia a violência praticada pela Polícia Militar de Minas Gerais contra os Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação, do SINDIUTE-MG, que manifestavam na manhã desta quarta-feira, dia 28 de março, próximos a BR-381, em Igarapé, pelo direito de receberem o 13º salário e o piso da categoria.

Os trabalhadores, em greve desde o dia 8 de março, exerciam, pacificamente, o direito constitucional de manifestarem e a PMMG utilizou balas de borracha, bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo para impedir a ação.

O SINDIFES exige que o governador Fernando Pimentel mande apurar os excessos praticados pela PMMG e puna os culpados conforme a lei.

Por fim, cobramos que o governador cumpra integralmente o Acordo de Greve que assinou e que pague o Piso Salarial e o 13º salário da Categoria.

Nossa solidariedade aos trabalhadores e trabalhadoras em educação. Juntos somos fortes!

Free Download WordPress Themes
Download WordPress Themes
Download Nulled WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
free download udemy paid course

Disponível em <https://sindifes.org.br/fasubra-sindical-reforca-marcha-das-margaridas-com-200-mulheres/> Acesso: 20/08/2019 às 23:15