O SINDIFES solicita suspensão da Consulta Pública sobre teletrabalho no IFMG

A Direção do SINDIFES se reuniu, na última sexta, dia 7, com o Vice-Reitor do IFMG, o professor Carlos Bernardes, para solicitar a suspensão da “Consulta Pública: Programa de Gestão Regulamentação do Teletrabalho no IFMG”. Para o Sindicato, a IN 65/2020, que regulamenta o teletrabalho, foi considerada um ataque à autonomia da instituição e aos direitos dos trabalhadores.

Durante a reunião, a coordenadora geral do SINDIFES, Cristina del Papa, esclareceu que já há um estudo, do Sindicato e da FASUBRA, sobre a IN 65 e que as condições de teletrabalho que ela apresenta são muito diferentes  do trabalho remoto que está acontecendo neste momento da pandemia. Segundo ela, o governo induz os trabalhadores e trabalhadores ao erro, pois sugere que a instrução daria continuidade ao modelo praticado. “A IN transfere para  os trabalhadores a responsabilidade de aquisição e manutenção da infraestrutura, por exemplo. O Servidor terá que comprar o equipamento, adquirir os softwares e o antivírus, e caso tenha alguma falha de segurança, será o responsável pela indenização por danos morais”, explica.

Para a coordenação do SINDIFES é preciso discutir e apresentar a IN 65/2020 para que os trabalhadores e trabalhadoras compreendam que o modelo apresentado não só precariza o trabalho, mas também abre mão da autonomia da instituição. “O governo quer reduzir o investimento no serviço público, deixar de fazer concurso e precarizar as instituições e a força de trabalho”..

Ao final da reunião, a administração central do IFMG aceitou adiar o processo e manter um canal aberto para o diálogo. Para a Direção do SINDIFES a IN 65 não atende as necessidades das instituições e nem dos trabalhadores.

Participaram da Reunião, pelo SINDIFES a Coordenadora Geral, Cristina del Papa e o Coordenador de Organização Sindical, Leandro Evangelista; pela CIS-IFMG, Reinaldo Trindade Proença e Danielle Penna e Fortes; e pela direção do IFMG, o vice-reitor, Carlos Bernardes, a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas, Olímpia Marta; e a chefe de Gabinete, Angela Rangel.


Disponível em <https://sindifes.org.br/ifmg-suspende-consulta-publica-sobre-teletrabalho/> Acesso: 27/11/2020 às 02:41