Orientação para os servidores que não entregaram a nova Autodeclaração de Saúde

Nesta terça, 10/11, o SINDIFES se reuniu com a PRORH-UFMG e discutiu o problema relacionado a não entrega da Autodeclaração de Saúde e de Exercício de Outra Atividade Remunerada, conforme obriga a Instrução Normativa Nº 63/2020, da Secretaria de Gestão de Pessoas do Ministério da Economia.

A pedido da PRORH, a DIVGP fez o levantamento dos servidores que não haviam entregado a Autodeclaração e solicitou as chefias imediatas a entrarem em contato com esses trabalhadores.
Na reunião, a Coordenadora Geral do SINDIFES, Cristina del Papa, explicou que 95% dos servidores que não entregaram a Autodeclaração foram afastados oficialmente pelo DAST por comorbidades e tinham vínculo único com a UFMG, portanto estavam em casa, recolhidos, desde seu afastamento.

Como os servidores afastados não foram comunicados, via carta, em suas residências, não tiveram acesso a informação que foi veiculada na intranet do HC-UFMG, acessível somente pelos computadores cadastrados pela T.I. e nas dependências do próprio Hospital. Não seria justo que eles tivessem seus pontos cortados.

Foi consenso entre o SINDIFES e a Pró-Reitora de Recursos que os servidores devem apresentar a Solicitação de Abono em face das justificativas apresentadas.

O SINDIFES orienta os servidores que não entregaram a Autodeclaração de Saúde e de Exercício de Outra Atividade Remunerada e não possuem duplo vínculo que preencham a Solicitação de Abono de Ponto e envie para o DIVGP pelo e-mail: [email protected]

Declaração para Abono de Ponto HC


Disponível em <https://sindifes.org.br/urgente-orientacao-aos-servidores-que-estao-em-afastamento-e-serao-convocados-a-retornarem-ao-trabalho-presencial-no-hc-ufmg/> Acesso: 27/11/2020 às 02:00