Delegação do SINDIFES participa de ato contra o novo arcabouço fiscal em Brasília

Delegação do SINDIFES participa de ato contra o novo arcabouço fiscal em Brasília 1Na tarde dessa quarta-feira (17), a delegação do SINDIFES chegou em Brasília para participar do XXIV CONFASUBRA, a instância máxima de deliberação da Fasubra Sindical. O Congresso, que segue até domingo no Hotel Royal Tulip Brasília Alvorada, reúne cerca de 1.020 técnica-administrativas e técnico-administrativos em educação de todo o país. 

Antes, a delegação protestou contra o projeto do novo arcabouço fiscal (PLP 93/2023). O projeto prevê limitações e congelamento para os investimentos da União, em especial, reajustes aos servidores públicos e novos concursos, caso o governo não consiga cumprir as regras fiscais.

A coordenadora geral do SINDIFES, Cristina del Papa, destacou que é importante que a Categoria se mantenha unida nessa luta e lembre-se que a saída de Bolsonaro não significa a derrota do fascismo no Brasil: “não podemos imputar ao presidente Lula a responsabilidade sobre esse projeto que, mais uma vez, penaliza os servidores públicos. Temos um Congresso reacionário e a divisão da esquerda só beneficia a ascensão da extrema direita”. 

O ato, realizado em frente ao anexo II da Câmara dos Deputados, também contou com a presença e apoio da deputada federal Fernanda Melchionna. 

XXIV CONFASUBRA

A abertura do XXIV CONFASUBRA, realizada na noite do dia 17 de maio, foi marcada por homenagens aos TAEs e dirigentes sindicais, manifestações políticas, bem como a ênfase para a unidade na ação das trabalhadoras e trabalhadores do serviço público.

Além disso, a comunidade LGBTQIA+ foi homenageada pelo Dia Internacional contra a Homofobia, a Transfobia e a Bifobia; e houve ainda uma manifestação em defesa dos Hospitais Universitários 100% públicos e contra a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

As atividades continuam nesta quinta-feira, 18.

 


Disponível em <https://sindifes.org.br/base-do-sindifes-aprova-por-ampla-maioria-recurso-a-plenaria-da-fasubra-contra-a-quebra-da-matriz-unica-e-principios-do-pcctae/> Acesso: 01/03/2024 às 14:30