Nota de Repúdio

A Direção do SINDIFES, o Grupo de Trabalho e os servidores do Regime Jurídico Único (RJU) vêm REPUDIAR O FECHAMENTO ARBITRÁRIO DE LEITOS NO HOSPITAL DAS CLINICAS DA UFMG, conforme decisão da Superintendência e apoiada pela Divisão de Enfermagem do Hospital. Ressalta-se que não houve nenhuma negociação ou participação dos trabalhadores nesta decisão, e por mais que se tenha tentado um diálogo, fecharam-se leitos indiscriminadamente, usando-se como justificativa uma suposta defasagem nas escalas da enfermagem. Entretanto, não há déficit de trabalhadores; há, na realidade, má gestão na organização das escalas, com concessão de folgas extras para as equipes, deturpando assim, de forma claramente mal intencionada, a realidade dos fatos e manipulando o cenário atual do trabalho no HC.

O SINDIFES e os trabalhadores RJU tentaram dialogar, buscando soluções junto à Superintendência e Divisão de Enfermagem, mas diante da inércia ou desinteresse desses Órgãos, entendeu-se que não mais é possível uma solução sem haver a real participação dos trabalhadores, com o devido respeito aos mesmos.

Nossa intenção é preservar o interesse público e os direitos dos trabalhadores para que continue a haver a prestação de serviços de excelência à população. Entretanto, infelizmente isto não está sendo possível, diante dos ataques reiterados aos servidores federais e da FALTA DE TRANSPARÊNCIA SOBRE O REAL MOTIVO DE FECHAMENTO DOS LEITOS E A INGERÊNCIA SOBRE OS RECURSOS HUMANOS DISPONÍVEIS.

Há óbvia manipulação da situação por parte da Superintendência da EBSERH, para atacar as 30 horas dos servidores do RJU, e que está sendo usada para acobertar um problema de gestão relativo ao descumprimento do contrato assinado entre a empresa e a Universidade, o que não será aceito de forma alguma.

Direção do SINDIFES


Disponível em <https://sindifes.org.br/comissao-eleitoral-do-sindifes-suspende-calendario-eleitoral-em-razao-das-medidas-de-prevencao-ao-coronavirus/> Acesso: 29/03/2020 às 20:44