Nota de repúdio às declarações do ministro Weintraub sobre à UFMG

O SINDIFES vem a público repudiar veementemente as recentes declarações do atual ministro da Educação ao Portal “Jornal da Cidade”, na qual ele acusa as universidades federais de terem “plantações extensivas de maconha” e afirma que “laboratórios de química” das universidades se transformaram em usinas de fabricação de drogas sintéticas, como metanfetamina. Sem quaisquer provas, o ministro da Educação acusa as comunidades universitárias de serem, além de consumidoras, também produtoras de drogas ilícitas.

Posteriormente, o ministro desferiu novo ataque com declarações falsas, infundadas e surreais à Universidade Federal de Minas Gerais, fazendo ilações e demonstrando total despreparo intelectual e falta de compromisso com a ética e a verdade. Aliás, esta tem sido uma prática usual do atual ocupante do cargo, que sistematicamente tenta ofender as universidade federais e seus dirigentes, principalmente as que são administradas por mulheres. O ataque à UFMG tem, sim, um viés misógino. A comunidade universitária se orgulha de ter uma mulher lutadora como Reitora desta grande instituição, à frente de uma das maiores e melhores universidades do país, reconhecida inclusive internacionalmente por seu ensino de qualidade e suas pesquisas de ponta.

O SINDIFES avaliará as medidas jurídicas possíveis para representar contra o referido titular da pasta da Educação, uma vez que a sua atuação não condiz com a postura esperada de um ocupante do cargo de ministro de Estado. Aliás, importa ressaltar que se trata de um professor com um currículo acadêmico de baixa qualidade, sem os méritos exigidos dos docentes das instituições federais de ensino deste país. Além disso, o ministro vem adotando atitudes que demonstram ignorância sobre as políticas educacionais no Brasil, como também misoginia, homofobia e total desrespeito frente aos seus críticos.

Infelizmente, desde que assumiu a pasta, o ministro trabalha contra as Instituições Federais de Ensino, quebrando pactos democráticos, incentivando a terceirização, precarização e privatização do Ensino Superior Público, demonstrando seu ódio e ressentimento em relação às instituições responsáveis pelo ensino, pesquisa, extensão, assistência e pelo desenvolvimento educacional, social e tecnológico do país.

Por fim, o SINDIFES reafirma seu compromisso com a defesa da Educação Pública, Gratuita e de Qualidade, com a autonomia universitária e com a luta em defesa das Instituições Federais de Ensino e, especialmente, com uma universidade comprometida com a formação cidadã do povo brasileiro.

 

Premium WordPress Themes Download
Download WordPress Themes
Download Nulled WordPress Themes
Download WordPress Themes
free download udemy course

Disponível em <https://sindifes.org.br/nota-de-repudio-as-declaracoes-do-ministro-weintraub-sobre-as-universidades-federais/> Acesso: 11/12/2019 às 03:44