TAE do HC-UFMG aprovam Indicativo de Greve para 28 de agosto por melhores condições de trabalho

Os Técnico-Administrativos em Educação do Hospital das Clínicas da UFMG, reunidos em Assembleia Sindical Geral, deliberaram na manhã desta terça-feira, 22 de agosto, às 11h, na sala 8 do CAD, pela aprovação de um novo Indicativo de Greve, programado para o dia 28 de agosto. A decisão foi motivada após o pedido de retorno do plantão 12h x 60h, para as Trabalhadoras e Trabalhadores da Enfermagem do noturno, neste primeiro momento, ser negado.

Desde 2020 a Categoria vem sofrendo com o fim do plantão 12h x 60h, jornada que era realizada há mais de 30 anos no Hospital das Clínicas e que foi interrompida após auditoria realizada pela pela Controladoria Geral da União (CGU) e a edição da IN 02/2018 pelo governo Temer.

Durante as negociações do SINDIFES com a Direção do HC e Reitoria, foi solicitado o retorno das trabalhadoras e trabalhadores da enfermagem do noturno para o plantão 12h x 60h. Apesar de uma sinalização para este retorno, a portaria publicada permite apenas que trabalhadoras e trabalhadores do noturno realizem o plantão.

Mesmo com a insistência da direção do SINDIFES de que esta decisão era um retrocesso nas conversas e não atende as reivindicações a portaria não foi alterada.   Com a negativa e após um amplo debate, a Categoria deliberou que, caso a situação não mude até o dia 28 de agosto, entrará em Greve, por tempo indeterminado, por melhores condições de trabalho.

Reunião com Governo pode resolver situação

Desde 2020, a direção do SINDIFES vem buscando alternativas para o retorno do plantão 12h x 60h. Neste período foram realizadas reuniões com a CGU e até com representantes do governo Bolsonaro, que mesmo sinalizando de forma positivas, não houve avanço. 

Através da FASUBRA, o SINDIFES, conseguiu que a discussão sobre a alteração da IN 02/2018 fosse incluída como um dos pontos proprietários na MNNP.

No dia 18 de agosto o FONASEFE entregou novo ofício à Secretária de Gestão e Relação de Trabalho do Ministério da Gestão e Inovação cobrando retorno da pauta apresentada, incluindo o problema dos hospitais universitários em relação à jornada de trabalho (plantões). Na ocasião foi solicitado o agendamento de reunião específica para tratar do tema.

Nesta quarta, dia 23 de agosto, Cristina del Papa, coordenadora geral da FASUBRA Sindical e Maristela de Oliveira Costa, coordenadora geral do SINDIFES, participarão de uma reunião com o Secretário de Relações de Trabalho do Governo Federal, José Lopes Feijóo, para tratarem, especificamente, desta situação. Na reunião também haverá representação dos trabalhadores da EBSERH.

Os informes desta reunião serão repassados posteriormente e avaliados na próxima Assembleia do HC-UFMG.


Disponível em <https://sindifes.org.br/base-do-sindifes-aprova-por-ampla-maioria-recurso-a-plenaria-da-fasubra-contra-a-quebra-da-matriz-unica-e-principios-do-pcctae/> Acesso: 01/03/2024 às 13:45