SINDIFES ganha 14 liminares individuais garantindo que servidores, do HC-UFMG, com comorbidades continuem em trabalho remoto

O SINDIFES já ganhou 14 das 34 ações individuais que tramitam na Justiça Federal desde o início de dezembro, garantindo a manutenção dos servidores do HC-UFMG com comorbidades em trabalho remoto.

Estes servidores foram convocados pela PRORH após o governo publicar a IN nº 109/2020 , que delibera o retorno às atividades presenciais dos servidores da área da saúde, independente de seu quadro de saúde. Ressaltamos que os servidores destas ações individuais foram afastados pelo Departamento de Atenção à Saúde do Trabalhador (DAST/UFMG) após perícia, ou seja, o afastamento foi feito após um processo de avaliação técnica.

O SINDIFES está trabalhando incansavelmente para garantir a proteção de todos os servidores do HC-UFMG. Estamos recorrendo de quatro ações individuais que tiveram o pedido de liminar indeferido, enquanto as demais ainda aguardam julgamento. A ação coletiva também tramita e aguardamos uma decisão sobre o recurso.

Clique aqui para acessar as liminares concedidas e autorizadas pelos/as servidores/as a serem divulgadas.


Disponível em <https://sindifes.org.br/o-sindifes-informa-que-a-ufmg-foi-notificada-a-manter-trabalhadores-do-hc-ufmg-com-comorbidades-em-trabalho-remoto/> Acesso: 20/01/2021 às 19:31