FASUBRA participa de cerimônia no Planalto sobre valorização do salário mínimo

A Direção Nacional (DN) da FASUBRA Sindical participou, nesta quarta-feira (18/1), no Palácio do Planalto, da cerimônia de instituição do Grupo de Trabalho (GT) que vai elaborar Projeto de Lei sobre a Política de Valorização do Salário Mínimo – PVSM. O encontro contou com representantes das centrais sindicais e de lideranças sindicais.

Na ocasião, o presidente Lula lembrou que os servidores públicos federais estão sem reajuste salarial há 7 anos. “O nosso lema é união e reconstrução desse país porque pegamos o país semidestruído. A Comissão de Transição encontrou todas as áreas do governo muito, muito fragilizadas. Para dar um exemplo o servidor público federal ficou sete anos sem receber um aumento de salário”, destacou.

FASUBRA participa de cerimônia no Planalto sobre valorização do salário mínimo 5 FASUBRA participa de cerimônia no Planalto sobre valorização do salário mínimo 6

O ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, informou que em breve um novo GT será criado e tratará da negociação coletiva. “Teremos em 30 dias mais dois grupos de trabalho. Grupo de Trabalho da valorização da negociação coletiva e da reorganização para o fortalecimento dos sindicatos brasileiros porque o processo democrático necessita de sindicatos fortes. E o outro Grupo de Trabalho para construir o processo de regulamentação do trabalho dos trabalhadores e trabalhadoras das plataformas de aplicativos”, afirmou.

De acordo com Marinho, o Ministério do Trabalho e Emprego também discutirá as questões relativas à política dos servidores e servidoras. “Com a permissão da ministra Esther (Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos), não vamos anunciar hoje ações em relação aos servidores, mas vamos organizar uma agenda, sob a liderança da ministra Esther, para a gente discutir a 151 e outras questões relativas à política dos servidores e servidoras”.

O convite foi feito pelo ministro do Trabalho para as centrais sindicais, para que escolhessem as entidades sindicais de base que poderiam participar do encontro. Embora a FASUBRA não tenha filiação de uma determinada entidade, a DN se movimentou politicamente para que pudesse, por meio de sua representatividade, participar do evento.

Para os representantes da DN, a atividade marca a retomada do diálogo do governo com as centrais sindicais na perspectiva de avançar nos direitos trabalhistas e garantir que não haja mais perseguições aos movimentos sindicais e aos seus dirigentes. Além disso, a DN espera que no governo Lula também possam ser retomadas as mesas de negociação e, por consequencia, debater a recomposição salarial das servidoras e dos servidores.


Disponível em <https://sindifes.org.br/camilo-santana-anuncia-novos-integrantes-da-equipe-do-ministerio-da-educacao/> Acesso: 02/02/2023 às 14:11