Reunião entre SINDIFES e PRORH-UFMG retoma discussões da pauta de reivindicações da Categoria

Reunião entre SINDIFES e PRORH-UFMG retoma discussões da pauta de reivindicações da Categoria 1

A Direção do SINDIFES, representada pela Coordenadora Geral, Cristina Del Papa, e pelo Coordenador Geral, Rogério Fidelis, realizou uma reunião com a Pró-Reitora de Recursos Humanos da UFMG, Professora Maria Márcia Magela, na manhã desta quinta-feira, 17 de agosto. O encontro teve como objetivo retomar as discussões acerca da pauta de reivindicações da Categoria.

Durante a reunião, foram abordados diversos tópicos, incluindo o teletrabalho, a força de trabalho da UFMG, o estágio probatório, o retorno das Funções Gratificadas (FG) retiradas no governo anterior, além do estabelecimento de um calendário para reuniões, visando a abordagem abrangente de toda a pauta. A próxima reunião será no dia 5 de setembro e irá abordar a Avaliação de Desempenho.

Abaixo segue um relato da conversa sobre o teletrabalho.

Teletrabalho e PGD

A pedido da direção do SINDIFES, o primeiro ponto da reunião foi o teletrabalho. A Pró-Reitora informou que a Reitoria decidiu aderir ao Programa de Gestão e Desenvolvimento (PGD) A adesão será formalizada por meio de uma portaria assinada pela Reitora, cuja minuta já foi finalizada e será publicada na próxima semana. No documento que regulamentará o projeto piloto, serão especificados os setores que se adequam ao teletrabalho, abrangendo áreas como administração, contabilidade e finanças, entre outras, a fim de ampliar as opções de adesão.

Com a publicação da Portaria, as unidades e órgãos poderão enviar os projetos que serão analisados pela PRORH. Conforme indicado pela Pró-Reitora, os projetos devem detalhar as atividades do setor, relacionar os nomes dos servidores envolvidos e definir as correspondências entre as atividades e os servidores. Além disso, um plano de trabalho individual deve ser apresentado. O teletrabalho só terá início após o registro das atividades e dos planos de trabalho no sistema.

Em relação ao sistema, foi informado que o software atual não é a melhor opção e que não atende as necessidades da UFMG, porém, o Ministério da Gestão e Inovação se comprometeu e disponibilizar novo sistema até o final de outubro deste ano.

Perguntada sobre como funcionaria o teletrabalho, foi explicado que será de forma parcial, sendo três dias de trabalho presencial e dois dias de trabalho remoto. O projeto piloto será de 180 dias e a adesão é individual, não sendo obrigatória para todos os membros do setor. Servidores pertencentes a setores com projetos aprovados e que aderirem ao teletrabalho ficarão dispensados do registro de ponto eletrônico, pois a avaliação será por produtividade, inclusive nos períodos de trabalho presencial.

Confira abaixo a portaria e a documentação relativa ao teletrabalho (acrescentada no dia 22/08/2023)

OFÍCIO CIRCULAR Nº 5-2023-PRORH-GAB-UFMG – Programa de Gestão e Desempenho.

Portaria_PGD_

ANEXO I – Termo de Adesão PGD-UFMG

ANEXO II – Termo de ciência e responsabilidade PGD-UFMG


Disponível em <https://sindifes.org.br/ufmg-convida-tae-para-apresentacao-da-resolucao-complementar-no-01-2023/> Acesso: 13/06/2024 às 15:53