SINDIFES ajuíza ação contra retorno ao trabalho presencial de Servidores com comorbidades, gestantes e lactantes na UFMG

A Direção do SINDIFES informa que o processo para tentar impedir que os servidores com comorbidades, lactantes e gestantes voltem às atividades presenciais na UFMG, principalmente os lotados no HC-UFMG, foi distribuído (ajuizado) na manhã da última terça-feira, dia 17 de novembro. O Processo, que corre na 16ª Vara da Justiça Federal, pede a tutela antecipada com urgência. No pedido foram anexados os documentos enviados pelos filiados esclarecendo os problemas de saúde já existente e as possíveis complicações.

Com o pedido de urgência, esperamos que o Juiz se pronuncie rapidamente. Até que a decisão judicial saia, pedimos que todos procurem ficar calmos.

A Direção do SINDIFES está tentando fazer tudo que for possível para resguarda a Categoria.

 


Disponível em <https://sindifes.org.br/orientacao-para-os-servidores-que-nao-entregaram-a-nova-autodeclaracao-de-saude/> Acesso: 27/11/2020 às 02:06