Nota de Pesar pelo falecimento do reitor da UFMG, Gestão 1994/1998, professor Tomaz Aroldo da Mota Santos

A Diretoria Executiva Colegiada do SINDIFES vem manifestar seu pesar pelo falecimento do professor Tomaz Aroldo da Mota Santos, ocorrido nesta quinta-feira, 18 de junho, em Belo Horizonte.

Ocupando inúmeros cargos na gestão universitária – Reitor da UFMG, Pró-Reitor de Extensão, Diretor do Instituto de Ciências Biológicas em duas gestões, Reitor pró-tempore da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), além de presidente da ANDIFES e da OAP, dentre outros -, o professor Tomaz se destacava pela dedicação à universidade pública e a reconhecida competência como professor e pesquisador. Foi o primeiro – e até o momento, único – reitor negro da UFMG, e também o único eleito de forma totalmente democrática. 

Entretanto, sua maior marca era sua capacidade de estabelecer relações respeitosas, baseadas no diálogo. O professor Tomaz sabia conviver com as diferenças, o que fazia com maestria, educação, gentileza. Nos muitos processos negociais, disputas, movimentos reivindicatórios, em que estávamos de lados opostos, sempre se pautava pelo equilíbrio, respeito e pela busca de consensos e soluções negociadas. 

Defensor incondicional da universidade pública, o professor Tomaz era um cidadão engajado nas lutas contra o racismo, por inclusão, pela redução da desigualdade e, principalmente, por um país melhor e mais justo. Vai fazer muita falta neste momento de tantas batalhas e lutas que ainda temos que enfrentar!

Tomaz Aroldo da Mota Santos, presente!

Notícias Relacionadas

Disponível em <https://sindifes.org.br/nota-de-pesar-pelo-falecimento-do-companheiro-cosme/> Acesso: 07/07/2020 às 02:16