SINDIFES participa de Ato Pela Prioridade à Vida e pela manutenção do isolamento social

A direção do SINDIFES participou, nesta terça-feira, dia 19 de janeiro, do Ato Pela Prioridade à Vida, em frente a Secretária de Saúde do Estado de Minas Gerais, no centro de Belo Horizonte, por volta do meio dia. Profissionais da saúde e representantes do SINDIBEL, APUBH e DCE-UFMG participaram da atividade que cobrou a manutenção do isolamento social, o reforço dos protocolos de segurança contra a infecção por COVID-19 e o posicionamento do governador Romeu Zema (NOVO) contra a reabertura dos comércios.

A coordenadora geral do SINDIFES, Cristina del Papa, lembro que a UFMG está na linha de frente na luta contra o Coronavírus e que é importante lembrarmos dos profissionais da saúde e de apoio que estão trabalhando na luta contra a pandemia. “Este governo genocida não preocupou em fazer ciência, em fazer a vacina. Se tivéssemos produzindo a vacina desde o ano passado, como outros países, hoje teríamos capacidade de vacinar uma grande parcela da população”, disse ela.

O presidente do SINDIBEL, Israel Arimar, disse que o ato é simbólico e de apoio a manutenção do isolamento social. “Os trabalhadores da saúde estão há 10 meses lutando contra a pandemia e defendem a manutenção do isolamento social e dos protocolos de saúde. Belo Horizonte receberá 120 mil doses da vacina, 60 mil pessoas serão imunizadas, isto não cobre os trabalhadores que estão na linha de frente. Temos que o isolamento e comércios fechados”, finalizou.

PAREM DE NOS MATAR!

– Portas do comércio fechadas agora para manter as janelas da vida abertas!
– A economia se recupera depois, vidas não!
– O seu lucro não vale mais que a vida!
– Valorizar a enfermagem é valorizar a vida! Ajude a proteger quem salva vidas, FIQUE EM CASA! 

Carreata Pró Impeachment Já será no sábado, 23, às 16h

No próximo sábado, 23, às 16h, está marcada uma Carreata Pró-impeachment do Bolsonaro. A saída será do entorno do Estádio Mineirão, na Pampulha. O ato é aberto a todos os interessados e a orientação é que cheguem mais cedo e levem faixas e cartazes contra o Bolsonaro e sua política genocida.


Disponível em <https://sindifes.org.br/servidores-publicos-vao-as-ruas-contra-a-reforma-administrativa-e-pelo-fora-bolsonaro/> Acesso: 17/09/2021 às 00:38